24 jun

Pare de vender produtos e venda projetos

Pare de vender produtos e venda projetos

Mais do que os produtos, as possibilidades com projetos são infinitas

Pare de vender produtos e venda projetos

É um forte consenso, no mundo corporativo, que para uma grande empresa alcançar um status de líder no mercado em que atua, precisa vender um produto de qualidade ou oferecer um excelente serviço. No entanto, a era em que o produto por si só já garantia a sua venda foi ultrapassada. Hoje, o que une os consumidores a uma determinada marca não são apenas os itens vendidos ou os serviços prestados, mas todo um universo de ideias.

Sobretudo a partir do forte avanço das atuais tecnologias digitais, sendo a experiência do cliente essencial em qualquer estratégia de crescimento corporativo, vender projetos vale muito mais do que vender produtos. Nesse cenário, as empresas buscam se destacar, cada vez mais, com foco na entrega de valor a seus clientes, no sentido mais imensurável da palavra valor.

O que faz, por exemplo, uma empresa como a Coca-Cola Company, que tem como carro-chefe a venda de refrigerantes e outras bebidas, conseguir diversificar os seus negócios e vender outros produtos, como roupas, calçados, colecionáveis, dentre outros, estampando a sua marca? O que a Coca-Cola desperta em seu consumidor para que ele queira usar uma mochila com a logo da empresa, por exemplo?

É importante que a gigante do ramo de refrigerante ofereça produtos de qualidade, mas com certeza o que traz mais engajamento de seus consumidores é a ideia sob a qual a Coca-Cola se traduz. Os fãs da Coca-Cola, que colecionam objetos de todos os tipos relacionados à empresa, não fazem isso por causa do sabor da bebida, mas por um estilo de vida, um conceito da marca. Muitos de seus slogans já buscaram sintetizar esse valor: Open Happiness (Abra a Felicidade); The Coke Side of Life (Viva o Lado Coca-Cola da Vida); Taste the Feeling (Sinta o Sabor) etc.

Esta relação em que o consumidor não quer comprar meramente o produto de determinada empresa, mas o seu valor, se destaca ainda mais no cenário atual, no qual as pessoas se conectam através de seus dispositivos móveis, expondo seus perfis em redes sociais. Nesse cenário, a imagem que se tem sobre algo pode ter muito mais valor do que a coisa em si. No caso da Coca-Cola, por exemplo, a sua associação à uma ideia abstrata faz com que ela se torne uma marca tão forte, que os diversos avisos sobre o mal que o excesso de refrigerante pode causar são ignorados. Isso certamente justifica os mais de 105 milhões de seguidores na página da Coca-Cola no Facebook e o crescimento constante de adoradores da marca.

Os casos das marcas Uber e Red Bull

Há 5 anos, provavelmente poucas pessoas imaginariam um serviço como o oferecido pela empresa Uber. Hoje a marca tem a simpatia e a admiração de muitos consumidores que, às vezes, mesmo sem nunca terem feito uma corrida, defendem a Uber no embate político e legal para que o serviço seja liberado pelas autoridades locais de determinadas cidades.

Como um serviço tão novo, de uma empresa com menos de 10 anos no mercado, consegue esse tipo de engajamento? O desafio de comunicação desse tipo de serviço é realmente difícil e demanda um profundo conhecimento do mercado consumidor sobre o negócio. Os clientes podem se perguntar o porquê da Uber ser considerado melhor e mais barato em comparação aos táxis tradicionais; podem se sentir desconfortáveis em oferecer dados de seu cartão de crédito a uma aplicativo; etc.

No entanto a empresa, além de contar com milhões de clientes, também já conseguiu atrair inúmeros fãs para a marca. É claro que o fato de ser um serviço inovador, de qualidade e por um preço melhor do que o dos concorrentes diretos já pode influenciar muitas pessoas. Mas a organização vai além, e busca fazer com que a experiência do cliente seja mais confortável e agradável.

Afinal, o que faz da Uber uma marca tão interessante que leva o consumidor a se apaixonar por ela a ponto de defendê-la em discussões polêmicas? Provavelmente a estratégia de criar ações e oferecer mimos e bônus a seus clientes foi uma forma de vender não somente uma corrida, mas uma experiência. Hoje em dia, muitas pessoas sentem orgulho de utilizar o transporte da Uber; muitos preferem dizer que é melhor contar com esse serviço do que ter que dirigir o seu próprio carro.

Para ganhar uma fatia do mercado, a empresa ofereceu inicialmente viagens de graça e descontos por afiliação, gerando o primeiro contato e interesse de usuários. A partir de um serviço de qualidade, a Uber passou a ser recomendado de pessoa para pessoa, ganhando notoriedade nas redes sociais. Ações que tornaram a Uber uma empresa memorável também contribuíram para aumentar o valor da marca. Por exemplo, clientes foram surpreendidos com uma versão Uber do Optimus Prime, personagem do filme Transformers que pode se transformar em um veículo. Também seguindo a lógica de surpreender o cliente e criar uma ação viral, clientes nos Estados Unidos também já puderam fazer uma corrida em uma Lamborghini Aventador pilotada pelo Batman.

Outra marca que também pode ser considerada um exemplo de empresa com uma extensa base de fãs, tendo criado um conceito maior do que os seus próprios produtos, é a Red Bull. A empresa de energéticos está relacionada a ideias, como: aventura, energia, esportes radicais, liberdade etc.

A Red Bull possui apenas 4 produtos em seu portfólio, todos da categoria de bebidas energéticas, mas o que certamente tornou e mantém a empresa como a líder do mercado, mesmo com fortes concorrentes, é a sua capacidade de vender conceitos, projetos, ideias. Desde o seu slogan: “Red Bull te dá asas” até os seus investimentos em atletas de alta performance, tudo é pensado minuciosamente como um grande projeto, cujo conceito central é criar todo um ecossistema próprio da marca, em que admiradores de todo o mundo podem fazer parte, consumindo os valores propostos pela empresa.

A empresa busca reforçar a ideia de energia e aventura, patrocinando inúmeros eventos dos mais diferentes esportes: motocross, mergulho, snowboard, skate, parkour, dentre outros. Mas não para por aí, já que a Red Bull montou uma equipe na Fórmula 1, principal categoria do automobilismo mundial. O mesmo aconteceu no futebol, com o clube Red Bull Leipzig, que fez frente ao Bayern de Munique no campeonato alemão de 2016-2017; no mesmo segmento, o Red Bull Salzburg hoje é o maior time da Áustria.

Também, por meio da Red Bull TV e da revista The Red Bulletin, a empresa produz e gera conteúdo constante sobre atletas de alta performance e esportes radicais. Essa mesma ideia também é seguida no Instagram da marca, que raramente publica fotos de suas latinhas de energético. A rede social da Red Bull, em vez de promover os seus produtos, promove a sua identidade, o seu conceito, por meio dos eventos esportivos que patrocina e dos seus atletas nas mais variadas competições. Os quase 8 milhões de seguidores na plataforma sinalizam para o quanto a marca é admirada, independentemente de seu energético.

Venda conceitos, venda ideias

Tendo em vista que hoje as relações são mais dinâmicas e a tecnologia é extremamente avançada, é uma questão de tempo para que produtos se tornem mercadorias de baixo valor agregado. Por isso, mais importante do que investir na venda de bens materiais, é investir na venda de projetos, desejos, experiências, sonhos e até necessidades únicas aos consumidores.

São poucas as marcas que têm buscado atrair pessoas apaixonadas por ela, mas isso é uma tendência irreversível. Para que clientes levantem a bandeira de uma empresa, eles precisa identificar uma personalidade da marca, admirar o trabalho, a forma como a organização trata os seus consumidores e quais são os seus valores. Para isso, criar projetos longevos, que tenham como objetivo relacionar a marca a um conceito forte, é essencial. Além disso, deve-se pensar em estratégias para engajar o consumidor, que deseja ter uma experiência de consumo memorável e ter orgulho de ter feito aquela compra e de participar daquela ideia de empresa, daquele projeto de valor.

Vender um projeto consistente, que entregue um valor real, é o passo mais importante para criar um vínculo entre marca e consumidor. A partir disso, o cliente passará a enxergar a empresa com mais relevância e será um divulgador e defensor da marca. Mesmo que seja difícil trabalhar um conceito, que é algo intangível, fazer esse trabalho é cada vez mais necessário. Mais do que os produtos, as possibilidades com projetos são infinitas.

Um produto, hoje em dia, tem que ser mais do que costumava ser, ele precisa se aliar a uma persona viva, a qual dará personalidade à empresa, algo abstrato, mas que dialoga com seus consumidores, uma ideia de projeto de valor. Na sua empresa, já existe essa mentalidade de vender conceitos e não somente produtos? Você busca se inspirar nessas organizações que conseguem atrair uma forte base de admiradores? Conte-nos suas experiências.

Veja também:

Mais Centrex – Esqueça seu PABX tradicional. Com o Mais Centrex sua comunicação é digital e na nuvem.

 

Share this
23 jun

A breve história da Blockchain

A breve história da Blockchain

A blockchain já causou algum impacto no mundo corporativo, mas a previsão é de que essa tecnologia revolucione de vez a forma de se fazer negócios.

A breve história da Blockchain

O consultor especializado em estratégias corporativas, Don Tapscott, em artigo publicado na Harvard Business Review, em maio de 2016, já antecipava o poder da tecnologia blockchain. Segundo o especialista, o impacto causado na sociedade e nos negócios com o surgimento da internet poderá ser experimentado novamente, no mundo corporativo, a partir do avanço dessa inovação.

Outras inovações, que também causaram profundas revoluções, ocorreram sem que as pessoas esperassem ou percebessem em um primeiro momento; elas simplesmente foram implementadas no dia a dia de cada um, de forma natural, no seu tempo, sem grandes alardes. Os smartphones, por exemplo, que impulsionaram a era da vasta produção de dados, só existem há uma década.

Há cerca de 10 anos, pode-se dizer que a sociedade, sobretudo nas relações corporativas, também vivencia uma profunda revolução, propiciada pela chamada blockchain. A blockchain é uma base de dados distribuídos, que mantém uma lista crescente e contínua de registros ordenados, chamados “blocos”.

De modo mais específico, essa tecnologia estabelece bases de registros e dados distribuídos e compartilhados, cuja função é criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado. Funciona como um livro-razão (de contabilidade), só que de forma pública, compartilhada e universal, que cria consenso e confiança na comunicação entre todas as partes, sobre todas as informações, todos os saldos, e todas as transações das contas de cada registro transacional ou comercial, sem o intermédio de terceiros.

Onde surgiu e como funciona a blockchain

Como se pode prever, a blockchain é uma inovação disruptiva, que irá modificar totalmente as formas de fazer negócio, seja localmente ou globalmente. Esse conceito originou-se de um breve estudo de 2008, publicado sob o pseudônimo de Satoshi Nakamoto -assunto controverso, pois não se sabe ainda quem é o verdadeiro autor (ou autores) envolvido nessa publicação, intitulado “Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System”. Foi a partir deste primeiro estudo e da criação da rede Blockchain Bitcoin, em 2009, também atribuída a Sakamoto, que todas as inovações relacionadas a essa tecnologia puderam surgir também. Os princípios básicos que regem essa inovação são:

  • Peer-to-peer:o princípio de rede ponto a ponto para a transferência de dinheiro eletrônico permite que os pagamentos digitais sejam realizados de uma parte a outra sem o intermédio de um terceiro, isto é, não é necessária a mediação de uma instituição financeira ou governamental.
  • Descentralização:nesse mesmo viés, existe o princípio de que, de forma alguma, deve existir uma terceira parte ou um regulador para prevenir o problema do duplo gasto, já que a solução peer-to-peer precisa ser autossuficiente.
  • Proof-of-Work:segundo o princípio da prova de trabalho, a rede envolvida nas transações recebe uma identificação única, criptograficamente calculada, a partir do horário exato da rede, formando um registro que inviabiliza a alteração ou adulteração das transações, porque, para isso, elas teriam que ser totalmente recalculadas de forma retroativa em todas as réplicas, gerando um esforço computacional gigantesco.
  • Consenso:as transações válidas são legitimadas por um consenso da maior parte dos participantes da rede. Isto é, o maior encadeamento de transações indica qual o bloco será aceito pela maioria, reforçando a dispensabilidade de uma figura central.
  • Sincronização:conforme este último princípio, qualquer participante que temporariamente se desligar da rede, assim que retornar, será automaticamente obrigado a aceitar o maior bloco encadeado de transações. Isto torna a estrutura a menor possível para a continuidade do processamento das transações.

As 5 inovações que giraram em torno da tecnologia blockchain

Com o objetivo de apresentar um panorama a respeito dessa silenciosa revolução no mundo dos negócios, lista-se, a seguir, uma breve cronologia das inovações surgidas através da tecnologia blockchain e quais são as perspectivas de mudanças a partir dessa inovação para os próximos anos.

1 – Bitcoin

A primeira grande inovação da blockchain foi a bitcoin, a moeda virtual mais utilizada no mundo hoje. Essa moeda digital é do tipo criptomoeda descentralizada, considerada como a responsável pelo ressurgimento do sistema bancário livre. A bitcoin permite a transação financeira sem intermediários, mas verificadas por todos os nós da rede Bitcoin peer-to-peer, que são gravadas no banco de dados blockchain. A capitalização de mercado da bitcoin atualmente oscila entre US$ 10 e 20 bilhões e é usada por milhões de pessoas para pagamentos, incluindo um mercado de remessas amplo e em expansão.

2 – Blockchain

A segunda inovação foi a própria tecnologia conhecida como blockchain, que surgiu graças à percepção de que a tecnologia básica que operava a bitcoin podia ser separada da moeda e ser usada também em todas as outras formas de cooperação interorganizacional.

3 – Smart Contracts

Os contratos inteligentes são a terceira inovação, que foi inserida na segunda geração do sistema da blockchain, intitulado Ethereum. Trata-se de um protocolo de computador auto executável, criado a partir da popularização das criptomoedas, cujo objetivo é reforçar a negociação ou desempenho de um contrato, proporcionando confiabilidade em transações online. Além disso, os smart contracts visam permitir que pessoas desconhecidas façam negócios de confiança entre si, pela internet, sem a necessidade de intermédio de uma autoridade central. A plataforma ethereum de smart contracts atualmente tem um mercado de capitalização de cerca de US$ 1 bilhão, com centenas de projetos direcionados ao mercado.

4 – Proof of Stake

As atuais gerações de blockchain são protegidas pela proof of work (prova de trabalho), na qual o grupo com maior capacidade de processamento total toma as decisões da rede. A chamada proof of skate (prova de participação) é um modelo alternativo a esse primeiro protocolo, e surgiu com o objetivo de resolver o problema do alto consumo de energia da bitcoin.

5 – Blockchain Scaling

A quinta maior inovação é a blockchain dimensionada, cujo objetivo é acelerar o processo de transação que, hoje, é considerado lento. Essa inovação permite prever quantos computadores são necessários para validar cada transação e distribuir o trabalho de forma eficiente, garantindo mais velocidade ao processo, sem sacrificar a segurança.

Você conhece a fundo a tecnologia blockchain e as inovações em torno dela? A sua empresa já está atenta às revoluções que essa tecnologia proporciona? Não deixe de buscar informações a esse respeito, porque as previsões são de que as mudanças atuais ainda estão em fase inicial e irão avançar muito mais. Compartilhe a sua visão sobre essas transformações.

Veja também:

Mais Centrex – Esqueça seu PABX tradicional. Com o Mais Centrex sua comunicação é digital e na nuvem.

 

Share this
13 jun

O que é o número 0800?

Quantas vezes você estava lendo a embalagem de algum produto e deu de cara com o telefone 0800 XXX XXXX como o contato daquela empresa, e no fim se perguntou: “Por que raios esse telefone começa por 0800?”

Pois é, se a sua dúvida ainda existe, cá estamos para te ajudar. Mas para isso vou precisar falar um pouco sobre como os números 0800 surgiram.

Há alguns anos atrás o serviço 0800 era muito pouco usado, e geralmente apenas por empresas de grande porte ou multinacionais, devido ao alto custo pela aquisição deste serviço. Ou seja, o 0800 era um dos números que as grandes empresas usavam para seu consumidor entrar em contato. O tão conhecido SAC!

Mas antes de prosseguir, se você ainda tem dúvida quanto a necessidade de uma empresa ter ou não um número SAC, e tudo fará mais sentido para você ao continuar com a leitura deste artigo sobre a opção 0800!

Como estava falando, antigamente possuir um 0800 era um super diferencial para as empresas de grande porte e multinacionais, e faziam com que elas se destacassem em seu mercado competitivo. Hoje as coisas não mudaram muito, mas o mais interessante e importante é que empresas de pequeno e médio portetambém passaram a ter seu 0800. Nota-se que o consumidor vem ganhando importânciaem um mercado que demanda cada vez mais disponibilidade e facilidade de informações para o consumidor,, eisso é ótimo para quem busca crescer.

Isso fez com que o mercado de números nacionais 0800 também evoluísse, e hoje é possível adquirir linhas 0800 por valores acessíveispara PME’s. Por ser uma das alternativas mais fáceis e acessíveis financeiramente, o número 0800 continua sendo uma das melhores soluções para os SAC’sempresariais, e permite que seu consumidor entre em contato com você de qualquer lugar do país, com ligação 100% gratuita para quem a efetua.

Agora você deve estar se perguntando como esse número funciona, certo? Então veja o passo a passo abaixo:

  1. Cliente faz a ligação;
  2. A chamada é recebida por um único número;
  3. Automaticamente é encaminhada para o departamento responsável ou para uma URA.
  4. Seu cliente é atendido de forma rápida e eficiente.

Simples assim!

Mas vale ressaltar que é realmente importante a empresa estar bem preparadapara receber as ligações, visando o bom atendimentoa todos os clientes. Afinal, quanto melhor esse relacionamento,maior o número de consumidores satisfeitos, mais fidelizaçõesirão acontecer e mais vendas serão concluídas!

Para maiores dúvidas e interesse a respeito donúmero 0800,entre em contato com a gente e acompanhe nossa página no Facebook.

Conheça nosso produto Mais Connect

Mais Connect

Share this
12 jun

Pabx em nuvem 7 passos que voce deve seguir antes de migrar

O que é um PABX em Nuvem?

Pabx em Nuvem é um PABX Virtual. Uma solução atualizada e eficiente que integra os conceitos de telefonia convencional com o que há de mais avançado em tecnologia IP, oferecido e projetado de acordo com as necessidades de sua empresa.

1 – Verifique a qualidade de sua internet 

Para que seu serviço de VoIP tenha um bom desempenho, você precisa verificar se possui um serviço de internet rápido e confiável. Sem uma boa internet, seu serviço de PABX em nuvem pode não funcionar perfeitamente.

Hoje em dia, o acesso à internet rápida se tornou muito mais fácil com a conectividade por fibra se tornando comum e disponível por todo o país. Conforme as conexões de internet e a velocidade de download/upload ficaram melhores e mais robustas, ficou muito mais fácil para as empresas migrar para os sistemas de VoIP.

2 – Verifique a disponibilidade de Banda de internet

Outra pergunta que você deve fazer é :quanto de internet você vai precisar por aparelho de telefone, isso para chamadas recebidas e chamadas realizadas, você precisa se certificar que sua banda larga é capaz de lidar com o número de chamadas e uso da internet.

3 – Verifique se seu sistema telefônico é compatível

Antes de migrar para o VoIP hospedado, você precisa se certificar que possui um sistema compatível com o VoIP. Uma vez que o VoIP hospedado usa sua internet para efetuar e receber chamadas, seus equipamentos precisam ser compatíveis com a internet. Seu fornecedor de PABX em nuvem deve ser capaz de ajudá-lo com qualquer equipamento adicional que você venha a precisar.

Existem muitos recursos disponíveis para sistemas de PABX em nuvem, como chamada de vídeo, registro de telefone, chamadas em espera, ramais, transferências, contatos e correio de voz, que dependem da compatibilidade do seu equipamento .

4 – Configure antes de começar a operar

Os clientes que ligam para sua empresa julgarão a qualidade do seu serviço baseados em sua experiência de chamada. Portanto, certifique-se de que seu sistema telefônico está configurado adequadamente, incluindo os ramais para onde os chamadores serão encaminhados, música de espera, as saudações gravadas e qualquer música de fundo, se possuir ramais moveis, verificar se estão configurados adequadamente, ou seja, tudo precisa estar corretamente configurado antes da utilização.

5 – Aproveite a mobilidade

O Sistema de Pabx em Nuvem da Mais Telecom fica hospedado em um grande Data Center de New Jersey, assim ele é um dispositivo  móvel e oferece inúmeras vantagens. Por exemplo, você pode permitir que seus funcionários trabalhem remotamente, um modelo que tem se tornado tendência no mercado. Com o PABX em nuvem, as comunicações empresariais também podem se expandir para laptops e smartphones, não ficam atreladas a telefones de mesa. Aproveite o melhor desta vantagem se certificando que seus funcionários estão devidamente treinados para usar o VoIP remotamente, além de treinados para trabalhar remotamente de forma produtiva.

6 – Verifique os componentes de rede

Geralmente, problemas relacionados com qualidade de voz podem ser atribuídos a componentes de rede deficientes. Considere atualizar os principais componentes para garantir que sua rede é capaz de suportar o tráfego de VoIP e que você não vai perder tempo e dinheiro a longo prazo. Caso você não tenha certeza de quais componentes precisam ser atualizados, verifique a possibilidade de habilitar um QoS em sua rede interna.

7 –  Verifique se seus funcionários estão Habilitados para utilizar o Pabx em Nuvem (Cloud)

É essencial que sua equipe esteja bem treinada antes de migrar para o PABX em nuvem. Imagine a dor de cabeça que seria ter um novo sistema cujos usuários têm pouco conhecimento e, consequentemente, são incapazes de utilizá-lo de forma eficiente. Recomendamos que você treine seus funcionários, solicite um treinamento para o consultor responsável.

Para maiores informações: http://maistelecom.com.br

http://maistelecom.com.br/wp-content/uploads/2015/04/MAIS_CENTREX.pdf

Share this
12 jun

Mais Centrex – O PABX IP da Mais Telecom.

O que é?

O MAIS CENTREX é um PABX Virtual. Uma solução atualizada e eficiente que integra os conceitos de telefonia convencional com o que há de mais avançado em tecnologia IP, oferecido e projetado de acordo com as necessidades de sua empresa.

 

BAIXO INVESTIMENTO INICIAL
Substitua seu PABX convencional ou modernize sua empresa que ainda não possui central telefônica sem a necessidade de altos investimentos em equipamentos. Conte com todas as funcionalidades de uma central profissional pelo preço e a praticidade de um serviço na web.

MOBILIDADE
Tenha seu ramal em seu smartphone ou notebook e mantenha- se conectado ao escritório de qualquer lugar com acesso a internet.

ESCALABILIDADE
A expansão de sua empresa sem complicações. Crie mais ramais de acordo com sua necessidade, diretamente pelo Painel de Controle.

FLEXIBILIDADE
Configure e gerencie totalmente via web, de forma simples e rápida, de qualquer lugar e a qualquer hora.

DISPONIBILIDADE
Serviço em cloud hospedado em um ambiente seguro e redundante, garantindo o nível de serviço (SLA).

CALL CENTER
Possibilidade de utilização do módulo Call Center, aumentando o desempenho e controle de suas vendas. (sob consulta)

PAINEL DE ADMINISTRAÇÃO
Sistema administrativo online, onde você pode visualizar as ligações e obter extratos detalhados, além de configurações gerais de todos os ramais.

URA DE ATENDIMENTO
Você pode gravar um áudio com um atendimento personalizado, direcionando as ligações para determinado ramal, trazendo assim mais confiança e status para sua empresa.

SENHA POR RAMAL
Você pode colocar senhas nos ramais, antes de cada ligação ser realizada.

RESTRIÇÃO DE CHAMADAS
Defina quais tipos de ligações cada ramal pode fazer conforme as necessidades da sua empresa.

CAIXA POSTAL
Caixa postal eletrônica que armazena todos os recados de voz de cada ramal sua empresa.

GRAVAÇÃO
Grave as ligações de todos os ramais de forma simples e prática. (sob consulta)

RAMAIS ILIMITADOS
Utilize o ramal de qualquer lugar com acesso a internet e faça ligações entre ramais sem custo.

TRANFERÊNCIA
Transfira ligações para qualquer ramal, esteja ele dentro ou fora da empresa.

SIGA-ME
Se um ramal está ocupado ou o atendente ausente, você pode transferir a ligação para um celular ou telefone fixo.

Share this
11 jun

5 BENEFÍCIOS DO PABX IP (SISTEMA DE TELEFONIA) PARA SUA EMPRESA

5 benefícios do PABX IP (sistema de telefonia) para sua empresa

Um PABX IP é um sistema de telefonia que possui as mesmas funções de um PABX comum, mas muito mais prático e econômico, contendo funcionalidades e tecnologias que podem beneficiar os resultados da empresa, permitindo implementar melhorias apenas habilitando-as no sistema, de maneira simples e prática.

Sabemos que um PABX é um equipamento que centraliza a telefonia interna (analógica ou digital) de uma empresa, possibilitando a comunicação entre telefones internos e comunicação externa com a telefonia pública. Já o PABX IP utiliza rede de dados para o tráfego de voz através da rede IP (Internet Protrocol ou Protocolo de Internet), suportando todas as funcionalidades de um PABX convencional, além de uma série de recursos adicionais.

Atualmente, a redução de custos é o ponto-chave na escolha por soluções empresariais, e no caso de um PABX IP ela vem acompanhada de diversas outras vantagens. Por isso, A Mais Telecom selecionou os cinco principais benefícios desta ferramenta.

Redução de custos com PABX IP

Com um PABX IP a empresa simplesmente conecta sistemas telefônicos entre as filiais, conseguindo realizar ligações gratuitas.

Através da tecnologia IP é possível reduzir a manutenção – já que se utiliza de rede de dados para a transmissão da voz. Além disso, um PABX IP possibilita a utilização de operadoras VoIP (Voice over Internet Protocol) que possuem tarifas mais acessíveis por utilizar a rede de dados para conectar longas distâncias, diferente da tradicional.

Leia também:

VoIP – Tutorial sobre os conceitos básicos da Telefonia IP, suas características e aplicações em empresas.

Facilidade de administração de rede

Ter toda a comunicação da empresa integrada em uma única rede de dados de telefonia, facilita muito a gestão telecom. Por isso, com um bom sistema de PABX IP é possível facilitar a administração e operação da rede por se tratar de apenas uma única rede para dados e telefonia. Qualquer modificação ou problema pode ser diagnosticado em tempo real, através de ferramentas de gerenciamento, tanto para a telefonia como para a rede de dados.

Ganho na produtividade

Através de um PABX IP o atendimento automático com mensagem, aumenta a eficiência do atendimento do cliente, disponibilizando benefícios como: transbordo das chamadas (encaminhar a chamada para outro ramal quando o principal estiver ocupado), configurações de diversas funções via interface do usuário, o que permite ao administrador economia do tempo com visitas técnicas, além da instalação de ramais em celulares e para manter-se conectados com o sistema de telefonia da empresa de qualquer lugar.

Um PABX IP consegue, sem limitações, consultar e/ou encaminhar informações para softwares externos, integrando e automatizando rotinas, processos e cadastros já existentes.

Personalização

Dentre os benefícios de um PABX IP está a possibilidade de implementar novas aplicações de convergência entre voz e dados, redirecionar a ligação para o celular ou para uma outra localidade após determinado horário ou nos finais de semana.

Dentre suas as facilidades estão a rápida ampliação de números e ramais, a personalização de anúncios de horário de atendimento, além da possibilidade de criar um plano de numeração para todos os ramais, o que facilita a sua gestão e manutenção, principalmente em caso de haver filiais.

Melhoria no atendimento ao cliente

O PABX IP permite oferecer um serviço de qualidade ao cliente. Além das facilidades que possibilitam filas de atendimento com músicas e anúncios de espera, um bom PABX IP possibilita implementar a URA (Unidade de Resposta Audível), que atende as ligações com uma gravação, permitindo que o interlocutor escolha o departamento com o qual quer falar, ao contrário do PABX tradicional, do qual, para implementar a URA, é necessário adquirir um novo módulo.

Precisa de uma solução de telefonia para sua empresa gerar mais resultados? Entre em contato e conheça nossos produtos!

Mais Centrex

 

Share this
06 jun

5 dicas para reduzir custos em telefonia na sua MPE

5 dicas para reduzir custos em telefonia na sua MPE

Todas as micro e pequenas empresas enfrentam o mesmo dilema: como se manter competitiva no mercado e equilibrar os custos fixos com novas demandas por serviços? Controlar gastos deve ser missão permanente em qualquer empreendimento, porque essa ação está diretamente relacionada à capacidade competitiva e ao desempenho no mercado. No entanto, os cortes não podem ser aleatórios, impulsionados pelo calor do momento.

Agindo assim, nem todos os itens são analisados com o devido cuidado. Muitas vezes, o departamento financeiro preocupa-se com outros tipos de gastos e não verifica a conta de telefone, por exemplo. É nesse momento que os bons gestores se fazem essenciais: entender o negócio, compreender os motivos dos gastos, negociar melhores condições de pagamento em contratos e cortar itens supérfluos que não impactem no dia a dia do ambiente produtivo, essas ações podem ser a solução para uma boa economia dentro das empresas.

Ao dar atenção à conta telefônica será possível entender se o dinheiro ali gasto é bem utilizado. No caso de uma resposta negativa é provável que essa seja uma fonte de gastos em que há possibilidade de corte.

Mas, afinal, como reduzir os custos com telefonia?

Com relação à redução de custos com telefonia, apenas a diminuição do uso não é suficiente. Em alguns casos, inclusive, deixar de usar o telefone pode comprometer diretamente o desempenho da atividade da empresa. Sendo assim, a medida mais inteligente é entender como funciona o seu consumo.

Em se tratando do uso de telefonia dentro das empresas, é importante considerar que se o negócio ainda não tem uma política de uso, é essencial considerar adotar algo nesse sentido. Quando não há regras claras a serem seguidas, cada colaborador se sente livre para agir da forma que preferir, o que pode, muitas vezes, não ser condizente com os valores da empresa, gerando um desgaste desnecessário.

Há ainda uma série de medidas que podem ser tomadas pelos empreendedores quando o objetivo é reduzir os valores pagos na conta de telefone. Confira:

1 – Esclarecer o uso do telefone para as equipes

A primeira dica tem a ver com o que foi mencionado nos parágrafos acima: a cultura e as regras da empresa. Para que os funcionários entendam como é o uso correto do telefone empresarial, é preciso deixar claro o que não será aceito.

Dessa maneira, se a empresa não pretende tolerar gastos com ligações pessoais, é preciso deixar isso claro para todos os funcionários. Orientá-los a utilizar o próprio celular e deixar o telefone corporativo, seja fixo ou móvel, para casos de urgência pode ser uma forma de economia.

2 – Analisar as suas contas

Os itens relacionados à telefonia geralmente são tratados como uma coisa única, sem discriminação. Entretanto, quando você conhece os detalhes sobre a maneira como o serviço é utilizado é possível pensar em alternativas para que o uso seja mais inteligente.

Dessa maneira, ao compreender que um determinado setor tem uma demanda alta por telefone móvel e outro por telefone fixo, é possível diminuir o número de pessoas que têm celulares empresariais.

Existe também a possibilidade de ampliar ou reduzir a franquia de telefonia. Uma franquia muito baixa pode fazer com que as ligações excedentes custem muito mais caro. Uma franquia muito alta pode significar dinheiro sendo desperdiçado.

3 – Adotar comunicações online

Quando muitos colaboradores utilizam o computador e precisam se comunicar internamente, programas que funcionam em tempo real com a internet podem ser até mais eficazes que ligações telefônicas.

As ligações para solicitar orçamentos, pedir alterações ou passar dados importantes, por exemplo, podem ser substituídas pelo bom e velho email. Mesmo nas empresas mais modernas que utilizam plataformas inovadoras de comunicação, manter o acesso ao email garante, além da redução do uso telefônico, o registro das informações e a segurança de dados da empresa.

4 – Renegociar os planos de telefonia

Muitos empresários acreditam que a renegociação do plano de telefonia é uma tarefa muito trabalhosa, em função dos procedimentos necessários. Contudo, se para reduzir até pela metade seus custos com telefonia é preciso encarar um pouco de burocracia, pode ser que o processo valha a pena.

Sendo assim, é importante abrir mão da procrastinação e se dedicar a pesquisar operadoras e planos, a fim de verificar quais se encaixam melhor no seu negócio e atendem todas as suas necessidades, apresentando um bom custo benefício. Ao entender bem seu negócio e seus gastos com telefonia, será possível selecionar apenas aquilo que é necessário, chegando a uma proposta concisa e com valor condizente com a sua realidade e com a sua necessidade.

5 – Reduzir gastos com telefonia móvel

A partir do momento em que se entrega um smartphone para alguém, com uma franquia de dados ou de minutos de ligação ativos, é importante que haja um comprometimento da parte de quem recebe a ferramenta de trabalho. É essencial que o colaborador não trate a cessão de um celular como um benefício, uma vez que na prática ele deve ser usado estritamente para o trabalho.

Dessa forma, cada pessoa de posse de um aparelho deve se submeter às regras impostas pela empresa, não excedendo os limites de uso no mês de forma a não comprometer a franquia para os demais funcionários.

Telefonia não precisa custar caro

A tecnologia trouxe muitas evoluções e hoje existem diversas alternativas para que a gestão de telecom seja feita da melhor maneira possível. Em linhas gerais, sempre vale a regra de que se o seufornecedor é bom, maiores serão as chances de você ficar satisfeito com o serviço e pagar um valor que considera justo por isso.

Contar com o auxílio de uma boa operadora para a implementação de serviços de telecom pode ser o melhor caminho para garantir que você sempre estará pagando o preço mais justo pelas suas telecomunicações.

Cada empresa tem as suas peculiaridades e necessidades e a avaliação de uma equipe especializada pode apontar ainda outras soluções, garantindo economia sem perda de qualidade e eficiência nos processos.

Quer conhecer os produtos da Mais Telecom para sua MPE? Acesse: http://maistelecom.com.br/ ou agende uma visita com nossos consultores.

Mais Centrex

 

Share this
04 jun

As razões pelas quais sua empresa pode precisar de voz sobre IP – VoIP

Cada vez mais surgem aplicativos que possibilitam que os usuários façam chamadas telefônicas pela internet. A tecnologia por trás dessa ferramenta de comunicação, que oferece muitos benefícios para as empresas, é conhecida como VoIP. O VoIP (Voz sobre Protocolo de Internet) permite que os sinais analógicos de áudio de uma chamada telefônica sejam transformados em dados digitais, podendo assim ser transferidos por meio da internet.

Iniciada na década de 90, essa tecnologia só ganhou maior espaço no mercado nos últimos anos devido ao aumento da qualidade dos sinais de transmissão de dados. Ou seja, a banda larga é considerada a grande responsável por esse aumento no número de usuários de serviços de comunicação via web.

Como funciona o tradicional VoIP

O VoIP convencional funciona de duas maneiras distintas: para ligações feitas a partir de um computador para outro computador; ou de ligações feitas de um computador para um número de telefone fixo ou celular.

Ao fazer uma ligação de um computador para outro, o áudio captado através do microfone é transformado em informações binárias que são transmitidas via internet. Esse caminho também é parecido quando a ligação parte de um computador para um dispositivo móvel, pois o som da voz captado pelo microfone também é transformado em uma informação binária que em seguida é transmitida pela internet, porém essa transmissão é feita até uma central telefônica que converte a informação recebida em sinais analógicos, que são completamente assimiladas por telefones fixo e celular.

Um terceiro modo de usar essa tecnologia são as ligações originadas a partir de um telefone fixo. Menos usual, porém completamente possível de ser realizada, essa opção de uso do VoIP necessita de um adaptador, chamado ATA, que consegue converter os tons emitidos pela discagem dos números e armazena em forma de dados digitais. Em seguida, esses dados são enviados para uma central telefônica, que faz a verificação da validade dos mesmos e determina para onde qual endereço de IP eles devem ser traduzidos, conectando assim o emissor e receptor da ligação.

Vantagens e desvantagens de usar o VoIP na sua empresa

A tecnologia de comunicação de voz por IP convencional apresenta diversas características, sendo elas positivas e negativas. Ao mesmo tempo, elas podem explicar por que cada vez mais empresas decidem usar algum serviço dessa natureza e outras empresas acabam optando pelo serviço de voz convencional. Conheça algumas vantagens e desvantagens da tecnologia:

Vantagens

  • De longe, a principal vantagem de usar um serviço de VoIP dentro de uma empresa está relacionado ao fator custo. Por precisar apenas de uma conexão com a internet e algum tipo de sistema próprio de cada prestadora de serviço, a economia com a conta telefônica conta muito na hora de decidir pelo uso dessa tecnologia, que em alguns casos pode reduzir em até 40% os custos com ligações.
  • Um dos grandes diferenciais do VoIP é o fato de poder adquirir alguns tipos de sistemas automatizados que permitem serviços que vão além da comunicação por voz. Alguns exemplos desses serviços são: mensageiros eletrônicos, videochamadas e videoconferências, envio de dados, identificador de chamadas, entre outros.

Desvantagens

  • Um das principais desvantagens do uso de VoIP está relacionada a qualidade das ligações, que está associada à velocidade da banda de internet contratada e ao provedor de sistema de voz sobre IP. Quando não há um link com qualidade suficiente, é possível que as ligações sofram com cortes inesperados, ruídos constantes e eco de vozes.
  • Outra desvantagem desse tipo de serviço são as perdas de pacotes. As redes IP não conseguem assegurar com 100% de eficiência que todos os pacotes durante uma ligação serão entregues, e essa possível perda está diretamente relacionada com o congestionamento da rede.

ToIP: e evolução da Voz sobre IP

Embora o serviço de Voz sobre IP seja bastante popular, existe também uma evolução da tecnologia VoIP que vem ganhando espaço no universo corporativo: a Telefonia IP (ou ToIP). Seus canais funcionam como túneis dentro das redes que trafegam, portanto, não disputam espaço com outros tipos de tráfego na internet (como fotos, vídeos e outros).

No caso do VoIP, a conexão pode ser discada ou banda larga comum e os pacotes sofrem concorrência dos demais tipos de pacotes da internet. O ToIP é uma transmissão sob condições diferenciadas, que permite, inclusive, a integração completa entre redes de dados e voz. A Telefonia IP (ToIP) permite todas as funcionalidades da telefonia convencional tais como: enviar fax, discagem direta a ramal, voice mail, secretária eletrônica, siga-me, conferência e videoconferência.

Mais Line: o ToIP da Mais Telecom  

O Mais Line é o serviço da Mais Telecom que liga terminais telefônicos através de protocolos IP com condições diferenciadas e controle sobre a qualidade do serviço (QoS). Ele oferece facilidades como:

Mobilidade + Preço Justo:é possível falar de qualquer dispositivo móvel, e em qualquer lugar do mundo, com preço de telefonia fixa.

Número virtual fixo:tarifa diferenciada por ligações de longa distância em locais com cobertura da Mais Telecom.

E o que a sua empresa ganha com essas facilidades do Mais Line? Ela ganha com a redução de perda de chamadas, a gratuidade de chamadas entre a matriz e suas filiais, tarifa única, independente do horário das ligações, economia nas ligações através do link digital, presença virtual em localidades onde a empresa não possui presença física, ganho de produtividade com a possibilidade de uso do ramal em qualquer dispositivo móvel e suporte técnico em tempo integral sete dias por semana.

Ficou interessado em conhecer mais sobre esse serviço? Entre em contato conosco e teremos o maior prazer em apresentar a você e sua empresa o Mais Line da Mais Telecom.

Agendar visita com consultor especializado

*O Mais Line da Mais Telecom segue todas as regras do STFC (SISTEMA DE TELEFONIA FIXA COMUTADA), sendo regulamentada por parte da Anatel.

Mais Line

 

Share this
01 jun

7 passos para fazer seu negócio digital crescer

Conheça 7 estratégias fundamentais para escalar seu negócio digital

7 passos para fazer seu negócio digital crescer

Negócios 100% digitais são uma forte tendência atualmente, sobretudo para micro e pequenas empresas que desejam extrapolar as fronteiras de consumidores locais e atender um público ainda maior. Ao mesmo tempo que o business digital está em alta e consegue proporcionar que um negócio se torne escalável, manter-se forte e relevante no mercado online exige constante inovação e estratégia.

Para se destacar frente a um público global, que é constantemente bombardeado com o marketing agressivo de inúmeras empresas, todo negócio inserido no contexto digital deve elaborar estratégias detalhadas e de impacto,para que não fique estagnado e possa conquistar uma maior fatia de consumidores. Nesse sentido, apresenta-se, a seguir, 7 passos fundamentais capazes de garantir melhores resultados a empreendimentos digitais.

 

1 – Delimite sua persona

Antes de elaborar qualquer estratégia para escalar uma empresa digital, é necessário definir qual é a persona do negócio. Isto é, qual é o perfil ideal de cliente que aquele negócio pretende atingir. Essas personas são uma espécie de personagens fictícios criados a partir da análise de pesquisas de consumidores reais e funcionam como um guia para todas as ações de marketing da empresa.

Delimitar a persona é fundamental para que a empresa saiba,exatamente,para quem deve direcionar todas as suas ações, como a criação de artigos, vídeos, imagens, infográficos, e-books, podcasts etc. Saber qual é o perfil específico que o negócio deseja atingir aumenta consideravelmente as chances de engajar o público certo e, com isso, atrair mais clientes.

2 – Trace um objetivo

Ainda que o objetivo geral de qualquer empresa digital seja atrair maior visibilidade para o seu negócio, é necessário estabelecer objetivos específicos e detalhados, pensando em quais resultados se pretende alcançar, quais são as metas desejadas pela empresa, quais são os prazos e datas etc.

A fim de delimitar objetivos concretos e reais, o empreendedor pode fazer uma análise dos resultados conquistados nos últimos meses em seu negócio e projetar novas perspectivas, baseadas em dados e informações precisas. Para tanto, o ideal é contar com ferramentas especializadas de gestão.

3 – Tenha um blog da marca

Produzir conteúdos em diferentes plataformas digitais é uma forma de tornar o negócio uma fonte especializada em determinado nicho. Por isso, ter um blog com bons conteúdos sobre o universo de produtos e serviços oferecidos pela empresa é uma forma de conferir credibilidade ao negócio e, por consequência, atrair clientes que realmente estejam interessados em consumir e optam pela empresa que possui mais conhecimento naquele tema.

Para que isso seja realmente funcional, a empresa deve publicar em seu blog conteúdos que realmente agreguem valor a sua persona, sem que aquilo pareça uma venda. Em outras palavras, o cliente não quer saber inicialmente o que você vende, mas qual é sua visão de especialista sobre determinado assunto.

Nesse sentido, um blog de uma Universidade de Ensino a Distância pode, por exemplo, produzir conteúdos a respeito de profissões em alta no mercado de trabalho e quais são os cursos de graduação que qualificam para aquela função. Ou uma loja online de moda praia pode dar dicas sobre como cuidar da saúde durante os dias do verão,quais são as tendências em óculos de sol daquele ano,dentre outros conteúdos.

4 – Faça um bom gerenciamento de suas redes sociais

No mesmo nível de importância de ter um blog com conteúdos relevantes, ter uma forte presença nas mídias sociais é fundamental para atrair novos consumidores. Partindo da persona que foi definida, a empresa já pode direcionar sua comunicação para um determinado público, de acordo com as redes sociais que mais se adequam àquele perfil.

Para isso, a marca deve estar presente, pelo menos, na rede social mais utilizada por sua persona. Além disso, deve-se estabelecer estratégias para interagir, engajar e conquistar esse público. Essas estratégias também devem seguir a lógica de conferir autoridade sobre determinado assunto, por isso, a publicação de conteúdos que sejam,de fato,relevantes é fundamental.

5 – Saiba quais são e invista nos seus diferenciais

Seguindo a mesma lógica dos negócios offline, os negócios online só irão crescer se conseguirem mostrar quais são seus diferenciais para o seu público. Para tanto, deve-se, primeiramente, identificar quais são os pontos de destaque do negócio diante de seus concorrentes e, além disso, entender o que o mercado quer de novidade.

Tendo essas duas informações, o negócio precisa comunicar a sua audiência digital quais são os seus pontos fortes e, simultaneamente, investir em inovações que o mercado consumidor deseja. Esse último aspecto pode ser detectado, ainda, a partir da criação de soluções para problemas apontados pelos clientes.

6 – Automatize os processos do seu negócio

O processo de escalonamento de um negócio também perpassa pela capacidade de automação de algumas operações. Para tanto, analisar métricas é fundamental. Por isso, o gestor deve estudar detalhadamente todas as estratégias já implementadas em seu negócio, a fim de verificar o que deu mais certo e o que pode ser abandonado. A partir desses dados, deve-se investir em padronizar e automatizar as próximas ações, ou seja, utilizar com maior frequência os métodos que mais deram certo, de forma padronizada.

Praticamente todas as ações podem ser padronizadas, como compartilhar conteúdos no blog nos horários de maior audiência, fazer posts nas redes sociais nos dias em que o público está mais disposto a se engajar, replicar os temas que mais funcionam em um e-mail marketing etc.

7 – Conte com uma provedora de serviços de TIC especializada

Considerando os 6 passos anteriores, a última estratégia funciona como o elo entre eles, aquilo que fará com que tudo funcione plenamente. Mais especificamente, para que todas as ações digitais tenham sucesso e proporcionem melhores resultados para determinada empresa online, é necessário que o negócio esteja amparado por uma provedora de serviços de Tecnologia da Informação e de Comunicação (TIC)especializada.

Nesse sentido, a Mais Telecom é a parceira ideal, pois tem vasta expertise em soluções de TIC, além de oferecer múltiplos serviços integrados, como voz, dados, internet, nuvem etc. Ademais, todos esses serviços podem ser contratos sob demanda, isto é, o cliente pode escolher personalizar todas as soluções conforme sua necessidade, garantindo mais economia de recursos e a plena disponibilidade de seu negócio digital.

Agora que você já sabe os 7 passos fundamentais para o crescimento do seu negócio digital, pretende contar com alguma solução de TIC da Mais Telecom? Gostaria de acrescentar mais algum item a essa lista? Compartilhe sua opinião na seção de comentários e conheça os produtos da Mais Telecom para sua micro e pequena empresa.

Acesse: http://maistelecom.com.br/ou agende uma visita com nossos consultores.

Mais Meeting

 

 

Share this

© 2015 Mais Telecom. Todo os direitos reservados.